GREY WOLF de volta ao status de projeto de estúdio

Há seis meses a banda mineira de true heavy metal GREY WOLF apresentava seu terceiro full-length, "Glorious Death". O álbum lançado em CD pela Arthorium Records foi muito bem recebido pela imprensa e pelo público amante do estilo, conduzindo o grupo a projetar seu nome definitivamente no cenário internacional.

Cada um dos três títulos lançados apresentou diferentes convidados e formações. "Glorious Death" contou com as guitarras registradas por Chris Maia e trouxe o integrante Weslley Victor como baterista de palco (a bateria do disco foi sequenciada em período anterior à entrada de Weslley no grupo). O trio chegou a se apresentar algumas vezes, sendo as mais significativas a presença no grande Festival Ruídos no Sertão 2016, realizado em Poções/BA, e a abertura para os belgas do Evil Invaders, em Belo Horizonte.

Agora o líder-fundador da banda, Fabio Paulinelli, que acumula as funções de baixista, vocalista e compositor, anuncia que o GREY WOLF está declinando o status de banda multi-integrantes e retornando a status de projeto de estúdio de um homem só, ao menos por enquanto.

Fabio, que é conhecido por compor e executar linhas de baixo exigentes e que se destacam ao fugir do trivial, sofre de uma forte tendinite no pulso direito. De acordo com o músico, estas linhas de baixo demandam muitas horas de ensaio semanal para serem executadas com acuracidade, o que tem se tornado uma dolorosa tarefa e, para ele, não há sentido em se apresentar ao vivo se as canções não puderem ser executadas com perfeição para o público presente. Desta forma, sua energia será poupada para as oportunidades de concertos mais significativas.

Além deste motivo de saúde, o líder do GREY WOLF pretende em alguns meses iniciar as composições de um novo full-length, e revela a vontade de contar com novos convidados de estúdio para o registro das canções, enriquecendo assim a história da banda.

Atualmente o álbum "Glorious Death" está sendo distribuído oficialmente no Brasil pela Arthorium Records e no Reino Unido pela Code 7, e também pode ser encontrado em outros países através de selos e lojas independentes. 
 
 
 

0 comentários: